Matrimónio

 

O casamento é uma instituição natural, uma união entre um homem e uma mulher para apoio mútuo e procriação. Há quatro elementos a considerar num casamento de acordo com o Reverendo John Hardon: 

É uma união entre sexos opostos.
É uma união permanente que termina apenas com a morte de um dos cônjuges.
Exclui uma união com outra pessoa durante o casamento.
A natureza duradoura e a exclusividade são garantidas em contrato.

Cristo elevou a instituição natural a sacramento nas bodas de Caná. A Igreja Católica insiste que o casamento entre dois batizados na forma de contrato constitui o sacramento do Matrimónio. Os ministros do sacramento são os próprios cônjuges, e o efeito do sacramento consiste num aumento da Graça santificante para os cônjuges.

O Matrimônio é um objetivo sobrenatural do homem para o benefício da comunidade: a ajuda mútua dos esposos e o aumento do povo de Deus. A vida e o amor divinos são transmitidos aos cônjuges no sacramento, e a graça do Matrimônio confere aos cônjuges ajuda especial na fidelidade conjugal e na paternidade.

Os casais tendem atualmente a desvaalorizar esta graça e a optar apenas pela instituição natural, em parte devido ao Secularismo MALIGNO. A tendência tem repercussões sociais, incluindo a parentalidade ineficaz e o aumento no número de divórcios.

This entry was posted in Português and tagged . Bookmark the permalink.