A Carta aos Hebreus

______________________________________________________________

 

 

______________________________________________________________

 

O Espírito Santo pediu-me para estudar e escrever sobre a Epístola aos Hebreus para  combater a Apostasia.  A carta é o tratado clássico sobre Apostasia no Novo Testamento. O perito bíblico Scot McKnight considerou a carta uma exortação aos cristãos em risco de Apostasia com subsequente condenação eternal.

A carta é de grande poder retórico para admoestar presumivelmente Judeus Cristãos a uma peregrinação fiel sob a liderança de Cristo.  O autor considerou a sua audiência em perigo de Apostasia devido ao tédio com as exigências de discipulo, a crescente indiferença com o Cristianismo, e provavelmente disputas entre Judeus que aceitaram e rejeitaram Jesus como Messias.

O tema  da epístola é o sacrifício de Jesus e a coragem necessária para associarmo-nos fielmente à Cruz de Cristo. O tema, ilimitado no tempo e no espaço, é presentemente relevante devido à crescente Apostasia e ao mal.

 

“Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem, traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se desses também” (2 Timóteo 3:1-5).

 

______________________________________________________________

This entry was posted in Português and tagged . Bookmark the permalink.