O Aborto é Contra as Mulheres

______________________________________________________________

 

 

______________________________________________________________

 

Esta é uma versão condensada de um relatório especial da CNN, publicado a 8 de Março de 2013, apresentando mulheres que lamentam os seus abortos.

CNN fez aos seus leitores duas perguntas: Você já teve um aborto? Como você se sente sobre isso agora? CNN recebeu de 539 respostas evidenciando que as mulheres se arrependeram dos abortos e precisavam de falar acerca deles.

O remorso do aborto permanece com as mulheres a vida inteira. Se as mulheres conhecessem histórias de aborto antes de se decidirem pelo procedimento bárbaro, não teriam de conhecer o remorso e lamentar uma escolha imutável. Elas poderiam sonhar com um futuro brilhante sem o aborto, porque conhecem os fatos, a mágoa e a dor sem terem de experimentá-las anteriormente.

A criança de uma mãe – viva ou morta – nunca está longe dos seus pensamentos.  As mulheres expressaram a dor que só uma mãe pode sentir. Algumas contam histórias horríveis de abortos forçados; outros partilham as suas longas procuras do perdão; muitas afirmaram que a dor sempre prevaleceu. Tricia escreveu:

“Apresentam o aborto como um direito reprodutivo da mulher, uma solução para a gravidez indesejada, e um procedimento rápido que nunca é relembrado. Pratiquei um aborto aos 18 anos e 37 anos mais tarde, eu nunca o esqueci. Os efeitos físicos, emocionais e psicológicos estão além do nosso controle. O aborto mata e destroi, e não liberta nenhuma mulher. O aborto é contra as mulheres.”

This entry was posted in Português and tagged . Bookmark the permalink.