Tráfico Sexual Infantil e Pornografia

 

Uma adaptação de um artigo escrito e publicado por Jay Greenberg@NeonNettle, a 5 de Julho de 2018.

______________________________________________________________

Skydance MacMahon, de 44 anos de idade, do Departamento de Estado dos EUA declarou-se culpado de tráfico de crianças do Canadá e desenvolvimento de mais de 1.000 imagens e vídeos sexualmente explícitos de menores, e uma mãe de Halifax, Canadá, foi acusada em conexão com o caso que também envolve as suas própria crianças. De acordo com a imprensa local, a polícia fez mais de uma dúzia de acusações contra a mulher de 39 anos, que não pode ser nomeada para proteger a identidade das vítimas. Foi acusada de crimes sexuais, incluindo múltiplas acusações de agressão sexual, interferência e exploração, e de produção, distribuição e posse de pornografia infantil. A mulher não apresentou fiança e permanecerá sob custódia até à sua próxima comparência no tribunal a 26 de Julho.

Investigadores dizem que a mãe canadiana trabalhava com MacMahon num grupo internacional de pedofilia que traficava crianças entre os EUA e o Canadá para serem vendidas para escravatura sexual e pornografia infantil. De acordo com o Departamento de Justiça, MacMahon transmitia cenas de abuso sexual infantil via Skype para elites a preço elevado. Acredita-se que o Sr. MacMahon abusava da sua posição no Departamento de Estado para esconder os seus crimes, e os investigadores não descartaram o envolvimento de outras autoridades de alto nível.

De acordo com documentos judiciais, durante pelo menos dois anos, Skydance MacMahon conspirou com um adulto Canadiano para produzir no Canada mais de mil imagens e vídeos sexualmente explícitos de crianças. As imagens e os vídeos foram produzidos sob a direção de MacMahon usando Skype e câmeras escondidas.  Ele distribuiu esses arquivos de imagem e vídeo para outros usuários e consumidores de pornografia infantil, fornecendo acesso aos arquivos nos seus serviços de armazenamento em nuvem e também enviando diretamente os arquivos para outros usuários. Além das imagens e videos que  MacMahon criou, ele também recebeu e possuiu milhares de imagens e vídeos de pornografia infantil.

MacMahon enfrenta uma pena mínima de 15 anos de prisão. Dependendo na sua disposição em cooperar com as autoridades, a sentença pode determinar uma pena máxima de 60 anos quando um juiz federal o sentenciar a 12 de Outubro. Este caso foi elaborado como parte do “Project Safe Childhood”, uma iniciativa nacional lançada em Maio de 2006 pelo Departamento de Justiça para combater a crescente epidemia de exploração e abuso sexual infantil. Para mais informações sobre o “Project Safe Childhood”, visite www.justice.gov/psc.

This entry was posted in Português and tagged . Bookmark the permalink.