Frutos do Espírito Santo

 

Há nove frutos bíblicos do Espírito Santo: amor, alegria, paz, paciência, bondade, generosidade, fidelidade, mansidão e domínio próprio (Gálatas 5: 22-23). O amor, o principal fruto do Espírito, é tão maravilhoso que Paulo descreve o cristão ideal em um capítulo inteiro (1 Coríntios 13) para louvar o amor, que é levado à perfeição através da união com Cristo. Consulte o artigo Dons e Frutos do Espírito Santo.

______________________________________________________________

Irmãos, vocês foram chamados para a liberdade. Mas não usem a liberdade para dar ocasião à vontade da carne; ao contrário, sirvam uns aos outros mediante o amor. Toda a Lei se resume num só mandamento: “Ame o seu próximo como a si mesmo”. Mas se vocês se mordem e se devoram uns aos outros, cuidado para não se destruírem mutuamente.

Por isso digo: Vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne. Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam. Mas, se vocês são guiados pelo Espírito, não estão debaixo da Lei.

Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.

Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade,  mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito.  Não sejamos presunçosos, provocando uns aos outros e tendo inveja uns dos outros (Gálatas 5:13-26).

______________________________________________________________

 

 

Irmãos, vocês foram chamados para a liberdade. Mas não usem a liberdade para dar ocasião à vontade da carne; ao contrário, sirvam uns aos outros mediante o amor. Toda a Lei se resume num só mandamento: “Ame o seu próximo como a si mesmo”. Mas se vocês se mordem e se devoram uns aos outros, cuidado para não se destruírem mutuamente.

Por isso digo: Vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne. Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam. Mas, se vocês são guiados pelo Espírito, não estão debaixo da Lei.

Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.

Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade,  mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito.  Não sejamos presunçosos, provocando uns aos outros e tendo inveja uns dos outros (Gálatas 5:13-26).

______________________________________________________________

 

Se eu não tenho amor, não sou nada, Senhor

 

O amor é compreensivo, o amor é útil,

o amor não tem inveja, o amor não busca o mal.

 

O amor nunca se irrita, o amor não é rude,

o amor não é egoísta, o amor nunca se dobra.

 

O amor desculpa tudo, o amor acredita em tudo,

o amor espera tudo, o amor é sempre fiel.

 

A nossa fé, a nossa esperança, diante de Deus terminarão;

o amor é algo eterno, nunca, nunca terminará.

______________________________________________________________

This entry was posted in Português and tagged . Bookmark the permalink.