Piedade: Perfeição da Religião

______________________________________________________________

 

 

______________________________________________________________

 

A Piedade é um dom do Espírito Santo, a afeição instintiva a Deus, que nos predispõe a prestar-Lhe culto e para agradar aqueles que são especialmente consagrados a Deus. A Piedade aperfeiçoa a virtude da religião, a prática da justiça para com Deus, e a  contempação do amor do Pai do Céu com respeito filial, amor e obediência afetuosa.

 

“Na verdade, todos aqueles que são movidos pelo Espírito de Deus, são filhos de Deus. Vós não recebestes um espírito de escravidão, para cair de novo no temor; recebeste, pelo contrário, um espírito de adoção, pelo qual chamamos: ‘Abba, Pai’. O próprio espírito atesta em união com o nosso espírito que somos filhos de Deus; filhos e igualmente herdeiros,  herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo ― se sofrermos com Ele, para sermos também glorificados com Ele.

Tenho como coisa certa que os sofrimentos do tempo presente nada são em comparação com a glória que há-de revelar-se em nós. Porque a criação aguarda ansiosa a revelação dos filhos de Deus”  (Romanos 8:14-19).

 

O Papa Francisco examinou a Piedade na sua audiência geral de Quarta-Feira, 4 de Junho, de 2014, a milhares de peregrinos congregados na praça de São Pedro.  Apresentamos abaixo alguns extratos:

 

“Piedade, como dom do Espírito Santo, significa ‘o nosso desejo de Deus e a nossa profunda ligação com Ele, um vínculo que dá sentido a toda a nossa vida e nos ajuda a permanecer firmemente em comunicação com Ele, mesmo nos momentos mais difíceis’.
De fato, esta é a razão e o sentido mais autêntico da nossa adoração.
Este dom, que nos permite viver como verdadeiros filhos de Deus, também nos leva a amar o nosso próximo e a reconhecê-lo como nosso irmão.
‘O Espírito Santo dá-nos serenidade, paciência e paz com Deus e humildade para servir o nosso próximo'”.

 

______________________________________________________________

This entry was posted in Português and tagged . Bookmark the permalink.