Medjugorje: um grande forte contra Santanás

O Espírito Santo pediu-me para anunciar as mensagens de Misericórdia Divina que Cristo confiou à Irmã Faustina e as mensagens da Santíssima Virgem aos videntes de Medjugorje. Hesitei em anunciar as últimas, porque a Igreja Católica Romana ainda não se pronunciou sobre as aparições de Madjegorje.

Apresento abaixo excertos de um artigo sobre Medjugorje que me encorajaram a segiur o Espírito Santo.

“Ignorar as aparições em Medjugorje é imperdoável para os cristãos, afirma o exorcista principal de Roma, que balançeia a cabeça para aqueles que esperaram até que a Igreja se pronuncie. Falando de ‘traição’ o Reverendo Gabriele Amorth também ataca bispos e padres por estarem indiferentes aos frutos de Medjugorje.”

Fr. Gabriele Amorth (nascido em 1925) foi ordenado sacerdote em 1954 e tornou-se exorcista oficial em 1986. Por cerca de 20 anos atuou como exorcista principal da diocese de Roma. Em 1990 fundou a Associação Internacional dos Exorcistas que presidiu até à sua aposentação em 2000, sendo agora presidente honorário vitalício. Ao longo dos anos Fr. Amorth seguiu Medjugorje, à qual denominou de lugar de “um grande fortaleza contra Satanás”.

O Reverendo Gabriele Amorth falou no contexto da mensagem da Virgem Maria em 25 de Agosto, 2014, quando ela afirmou:

“Queridos filhos! Rezem pelas MINHAS Intenções, porque satanás quer destruir o MEU Plano que EU tenho aqui e roubar a vossa paz. Portanto, filhinhos, rezem, rezem, rezem para que DEUS possa agir através de cada um de vocês. Possam seus corações serem abertos à Vontade de DEUS. EU amo vocês e os abençôo com a Minha Benção Maternal. Obrigada por terem respondido ao MEU Chamamento.”

“Quão amarga, amarga foi a última mensagem de Nossa Senhora de Medjugorje, em 25 de Agosto, 2014: ‘Muitos têm respondido, mas há um enorme número de pessoas que não querem ouvir ou aceitar o meu convite,’ comentou inicialmente o Reverendo Gabriele Amorth!”

“Agora considera; é muito amarza esta resposta. Depois de mais de trinta anos! Mais de trinta anos! Compreendo que os pagãos não queiram ouvir as palavras de Nossa Senhora, mas não posso entender os cristãos. Não é perdoável a um cristão. Um cristão!”

This entry was posted in Português and tagged . Bookmark the permalink.